Cartas de Amor 18 – Crer é amar, obedecer e vencer (1 João 5.1-5)
06/07/2016 - 8h57 em Pastoral - Cartas de Amor

Cartas de Amor 18

Crer é amar, obedecer e vencer (1 João 5.1-5)

            Alguns temas são constantes na primeira carta de João, como: amor, fé e obediência, por exemplo. E estas características são tão essenciais naqueles que nasceram de Deus para nova vida, que estão entranhadas uma na outra, a ponto de se tornarem dependentes. Por isso, podemos dizer que crer é amar, amar é obedecer e obedecer é crer. Viver tudo isso é ser um com o Senhor Jesus Cristo. E num mundo de tão grande competitividade entre as pessoas, onde ser vencedor é ter as coisas (até mesmo entre alguns cristãos); esta carta de amor nos ensina que ser vencedor é crer em Jesus Cristo; e quem crê em Cristo vive em completa obediência a Deus, numa vida de amor a Deus e aos seus filhos. E isto é ser um vencedor.

1 – Crer é amar: Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus; e todo aquele que ama ao que o gerou também ama ao que dele é nascido. (1 João 5.1). Quem crê no Senhor Jesus Cristo, tem sua origem em Deus. O que significa que foi gerado pelo Pai eterno para viver uma nova vida. Logo vai carregar em si as características desse Pai maravilhoso; que nos adotou como filhos, a fim de que vivamos o caminho do amor que Ele mesmo preparou para trilharmos. Por meio de uma poderosa fé que Ele nos presenteou, e esta fé não consiste apenas em acreditar que Ele existe. Porque até mesmo os demônios creem que só existe um Deus (Tiago 2.19); enquanto por outro lado a fé cristã é movida pelo Espírito Santo que nos faz amar aquele em que acreditamos. Porém, não somente Ele, mas também todos os que nasceram dele. Este trecho está fortemente ligado com o ensino de que não há como amarmos a Deus que não vemos, se não amamos aos nossos irmãos que vemos e convivemos. João está ensinando que aqueles que acreditam em Jesus, nasceram de Deus; e os que nasceram de Deus, naturalmente amam tanto a Deus quanto aos que nasceram dele. Isto Reforça o ensino de que a maior expressão de amor que podemos dar a Deus, é amar às pessoas que foram criadas a imagem e semelhança dele.

            2 – Amar é obedecer: Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus: quando amamos a Deus e praticamos os seus mandamentos. Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; ora, os seus mandamentos não são penosos (1 João 5.2-3). O amor, também se manifesta na luta contra o pecado. Precisamos confrontar uns aos outros quando existe desobediência aos mandamentos de Deus. Temos que tomar muito cuidado com aquele papo de que “Deus deu a vida pra cada um cuidar da sua”, isso é individualismo, pois a Bíblia ensina que devemos amar e zelar pela vida uns dos outros, como está escrito: Meus irmãos, se algum de vocês se desviar da verdade, e outro o fizer voltar para o bom caminho, lembrem disto: quem fizer um pecador voltar do seu mau caminho salvará da morte esse pecador e fará com que muitos pecados sejam perdoados (Tiago 5.19-20 NTLH). É essencial saber que o amor não leva às pessoas a viverem acostumados com o pecado, mas a experimentarem o perdão dos muitos pecados: O fim de todas as coisas está perto. Sejam prudentes e estejam alertas para poder orar. Acima de tudo, amem sinceramente uns aos outros, pois o amor perdoa muitos pecados (1 Pedro 4.7-8). O relacionamento entre pais e filhos é um dos grandes exemplos de que amar é obedecer. Pois não adianta os filhos dizerem que amam seus pais, se não transformam esse amor em obediência. O amor não consiste apenas em palavras, ele é ação. É claro e óbvio que acima de tudo está a obediência ao que é justo, ou seja, a Deus em primeiro lugar. Porque se os pais dão ordem aos seus filhos para mentirem, roubarem ou negarem a Cristo; a maior atitude de amor para com eles é obedecer a Deus. Pois isto vai contrariar a ordem dos pais, mas vai mostrar o amor por eles, em confrontá-los nas suas péssimas ordens. O Senhor Jesus nos deixou um dos maiores exemplos de que amar é obedecer, ao nos chamar de amigos. Porém, deixando bem claro de que só existe um jeito de ser amigo dele, que é fazer o que Ele manda: O meu mandamento é este: amem-se uns aos outros como eu os amei. Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos. Vocês serão meus amigos, se fizerem o que eu lhes ordeno. Já não os chamo servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz. Em vez disso, eu os tenho chamado amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu lhes tornei conhecido (João 15.12-15 NVI). Nisso tudo, acredito que é fácil entender porque os mandamentos de Deus não são pesados, afinal o maior mandamento é amar; e todos os demais mandamentos são resumidos no amor. Por isso, os mandamentos de Deus não são pesados ou penosos. Porque pesado é o pecado que nos leva de mal a pior.

            3 – Obedecer é crer: Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé (1 João 5.4). Vencer o mundo é perseverar na fidelidade ao Senhor Jesus Cristo. É amar e obedecer a Jesus acima de todas as coisas. Na Bíblia A Mensagem está escrito que: Quem nasce de Deus está acima da influência do mundo. O poder que põe o mundo de joelhos é a nossa fé (1 João 5.4 Bíblia A Mensagem). Sinceramente acho que é maravilhosa e poderosa a expressão que afirma que a nossa fé é o poder que põe o mundo de joelhos. Até mesmo porque a nossa fé tem sua origem não em nós, mas em Deus, e é por isso que ela é imbatível. A palavra grega para fé é a mesma para fidelidade. Logo, Fé = Fidelidade = Obediência.

            4 – Crer é vencer: Quem é o que vence o mundo, senão aquele que crê ser Jesus o Filho de Deus? (1 João 5.5). A fé é poderosa e imbatível não apenas porque ela vem de Deus para nós, mas também porque quando ela está em nós, ela retorna pra Deus. Pois o objetivo da fé é que creiamos que o Senhor Jesus é o Filho de Deus, o Salvador do mundo. Pela fé podemos ver o invisível e enxergar a poderosa vitória do Senhor Jesus na Cruz do Calvário, o que Ele fez por amor a cada um de nós. E em Cristo triunfamos sobre o pecado e não nos rendemos aos ídolos deste mundo. Quem é influenciado por Cristo não se deixará influenciar por outras coisas. Como está escrito: A pessoa que se põe acima da influência do mundo acredita que Jesus é o Filho de Deus (1 João 5.5 Bíblia A Mensagem). Ser um vencedor não é ter coisas valiosas; ser um vencedor é crer e ser de Jesus Cristo. Porque em Cristo seremos para sempre mais que vencedores. Desfrutando do maravilhoso prêmio do amor para com o nosso Deus, a nossa família, nossos amigos, nossos irmãos em Cristo e para com todos aqueles que o nosso Deus, em sua vitória sobre o mal, simplesmente nos ordenou amar. Crer em Cristo é vencer, por isso é poderosa esta afirmação do Apóstolo Paulo: Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? Como está escrito: Por amor de ti, somos entregues à morte o dia todo, fomos considerados como ovelhas para o matadouro. Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor (Romanos 8.35-39).

Marcio Costa Daflon

 

Questões para compartilhar e aplicar em nossas vidas!

Texto base: 1 João 5.1-5

 

a) Por que os mandamentos de Deus não são um peso (v.3)? Qual é a diferença entre algo ser difícil e ser um fardo?

 

b) Quando você veio a crer que Jesus é o Filho de Deus (v.5)? Que mudança isso trouxe para a sua vida?

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!

Igreja Presbiteriana “Amando a Deus e às pessoas”  

Miguel Couto - Tinguá – Nova América – Grama

Estrada do Iguaçu, 113 – Miguel Couto – Nova Iguaçu – RJ – CEP.: 26.145-420   (21)2769-0947  e-mail: igpresbiterianademiguelcouto@gmail.com 

Quarta-feira: 19h30 - Culto de adoração e palavra

Domingo: 09h - Escola Bíblica / 19h – Culto de adoração e palavra 

www.radios.com.br