Cartas de Amor O Amor 7 -- alerta sobre o perigo - 1 João 2.18-26
06/04/2016 - 15h07 em Pastoral - Cartas de Amor

Cartas de Amor

O Amor alerta sobre o perigo - 1 João 2.18-26

            Nossa vida é cercada de riscos, então é essencial termos o conhecimento dos perigos que estão em nossa volta. E o principal meio de não sermos enganados pela mentira é conhecendo a verdade, pois de nada adiantará conhecermos as múltiplas formas de mentira, se não conhecermos a única verdade. Um meio interessante de observarmos isso, no dia a dia, é a técnica para identificar notas falsas de dinheiro, porque para a pessoa não ser enganada, ela aprende todas as características da nota verdadeira, pois o formato é único. E assim ela identificará uma nota falsa, independente da forma como ela virá. Logo, é por meio do conhecimento da verdade que perceberemos o perigo, e assim poderemos perseverar no que é verdadeiro.

O Alerta: Em seu amor pela Igreja, o Apóstolo João faz alguns alertas: “Filhinhos, já é a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também, agora, muitos anticristos têm surgido; pelo que conhecemos que é a última hora. Eles saíram de nosso meio; entretanto, não eram dos nossos; porque, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco; todavia, eles se foram para que ficasse manifesto que nenhum deles é dos nossos” (1 João 2.18-19).

Primeiro, porque a cada dia o fim se aproxima. É o que ele chama de “última hora”; termo equivalente aos “últimos dias ou tempos”, que é o período entre a vinda e o retorno do Senhor Jesus. Creio que o uso da palavra “hora” no lugar de “dias” ou “tempos”, tem o sentido de aumentar a vigilância, pois significa que o tempo está cada vez mais curto. O segundo alerta é sobre um perigo que sempre nos ronda, a personificação do anticristo. O anticristo é algo ou alguém que se opõe a Cristo e quer ocupar o lugar do Senhor, tanto em ensinos quanto em suas atitudes. O nome anticristo aparece apenas nas cartas de João, mas existem outros nomes que possivelmente se referem a mesma personificação que é contrária a Jesus. Por exemplo, o “homem da iniquidade” e “Filho da perdição” (2 Tessalonicenses 2.3-4). E o grande alerta de João é que o perigo é constante em toda a história da Igreja, pois existem vários anticristos em todas as épocas, assim como na atualidade. E quando a pessoa não se deixa iludir com os anticristos da atualidade, certamente não vai ser enganada com a possível manifestação de um anticristo mais poderoso no futuro.

Portanto, prudência é uma palavra que nunca pode ser desprezada pelo Cristão. Até mesmo, porque pelo que está escrito na carta, alguns deles foram parte da própria Igreja.

O Conhecimento: O responsável pelo conhecimento que temos do Evangelho é o Espírito Santo e o seu instrumento em nossos dias é a Bíblia Sagrada: “E vós possuís unção que vem do Santo e todos tendes conhecimento. Não vos escrevi porque não saibais a verdade; antes, porque a sabeis, e porque mentira alguma jamais procede da verdade. Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Este é o anticristo, o que nega o Pai e o Filho. Todo aquele que nega o Filho, esse não tem o Pai; aquele que confessa o Filho tem igualmente o Pai” (1 João 2.20-23)

Quando João diz que temos a unção e o conhecimento, creio que a principal referência ao seu ensino é a doce presença do Espírito Santo em nossas vidas, como disse o Senhor Jesus: “... mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito” (João 14.26). Assim o Espírito Santo nos convence, nos ensina e nos lembra da verdade de Cristo por meio da Escritura Sagrada. João escreve esta carta tendo em mente a seita dos gnósticos que dentre outras coisas, ensinava que o Filho de Deus não tinha vindo em carne; pois para eles apenas o espirito (imaterial) é bom, enquanto a carne (matéria) é má. Logo, desta forma o homem Jesus não poderia ser o Cristo (o ungido), muito menos Deus; mas apenas alguém que, possivelmente, foi usado por Deus em vida e abandonado por Ele na hora da morte. Por isso, devemos ter em mente que muitos outros ensinos na atualidade podem querer transformar Jesus Cristo em mera fábula ou mito; ou até dizer que Ele é Senhor, porém tirando toda centralidade e glória que deve ser dEle, colocando a criatura no lugar de Deus. Mas, tenhamos a certeza de que o Espírito Santo testifica com o nosso espírito de que Jesus veio em carne, que Ele é um com Pai, que Ele é verdadeiramente homem e verdadeiramente Deus. Jesus é o Nosso Eterno Senhor e Salvador. A Bíblia diz isso, e o Espírito Santo confirma isso.

A Perseverança: Vamos refletir na perseverança cristã com três pontos essenciais que fazem parte da nossa caminhada com Deus: - Primeiro, o caminho por onde seguir. Que é perseverar no ensino que ouvimos e na presença do próprio Deus: Permaneça em vós o que ouvistes desde o princípio. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também permanecereis vós no Filho e no Pai (1 João 2.24); - Segundo, o fim da caminhada (que também é o início). Que é perseverar e não fazer pouco caso com o grande presente prometido por Deus, que é a vida eterna: E esta é a promessa que ele mesmo nos fez, a vida eterna (1 João 2.25). Infelizmente, muitos por não serem atendidos em alguns de seus desejos no presente, não dão o devido valor a grande dádiva que é a eternidade com o Nosso Deus e Pai. - E em terceiro, tomar cuidado com os desvios que existem no caminho. Que é perseverar com consciência do mal que nos cerca e não desprezar o fato de que, certamente, a mentira vai tentar nos seduzir: Isto que vos acabo de escrever é acerca dos que vos procuram enganar (1 João 2.26).

Portanto, João escreveu estes alertas, a fim de que fiquemos certos de que precisamos nos aprofundar na verdade de Deus e fortalecer a nossa fé em comunhão íntima com o Pai. Em todo o tempo.

Marcio Costa Daflon

Aplicação:

a)     Em que sentido os anticristos desta passagem são um presságio do Anticristo que está por se manifestar? Que perigos representam para a Igreja?

 

b)     Que promessas são dadas para aqueles que permanecem firmes na verdade? Como essa promessa o encoraja hoje?

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!

Igreja Presbiteriana de Miguel Couto

“Amando a Deus e às pessoas”

Estrada do Iguaçu, 113 – Miguel Couto – Nova Iguaçu – RJ – CEP.: 26.145-420 (21) 2769-0947

e-mail: igpresbiterianademiguelcouto@gmail.com

Quarta: 19h30 – Culto / Quinta e Sexta: Células nos lares

Domingo: 09h - Escola Bíblica / 18h – Culto

Miguel Couto - Tinguá – Nova América – Grama                    

                                                                                                                                                                                                                                                                  www.radios.com.br